11 3667.2188

Assistência Integral à Saúde

Veia safena

As veias safenas estão relacionadas com todas as veias dos membros inferiores e muitas vezes estão envolvidas em problemas de varizes, ficando muito dilatadas e por isso precisam ser retiradas.

A veia safena é a principal veia do sistema venoso superficial. Existem duas destas veias em cada uma das pernas e podem ser chamadas de veia safena interna ou magna – que vai desde o pé até a região da virilha – e a veia safena externa ou parva, que começa a partir do tornozelo e vai até a região posterior do joelho.

Veia safena

A veia magna é muito conhecida em razão da operação de ponte de safena, que se trata de uma cirurgia no coração, operação que não tem nenhuma relação com as varizes. Apesar da importância das veias safenas no sistema venoso superficial, elas podem ser retiradas em uma cirurgia sem maiores problemas. Por tratar-se de veias grossas, visíveis e com paredes espessas, elas podem ser retiradas para substituir outros vasos ocluídos, como as artérias principais do coração, chamadas de coronárias.

O especialista geralmente procura não retirar todas as quatro veias safenas, removendo apenas aquelas que estejam doentes e deixando as que estejam boas ou menos comprometidas. Isso é importante para uma possível cirurgia cardíaca ou então para substituir outros vasos importantes do corpo que tenham sofrido um corte, por exemplo.

A veia safena funciona como se fosse as raízes de uma árvore no nosso corpo, sendo as outras veias todas as ramificações interligadas. É importante que se identifique todas as veias que possam estar comprometidas para um tratamento adequado. Se forem os vasinhos, as microvarizes ou as safenas. Um exame detalhado deve ser feito pelo especialista, que vai determinar os caminhos que a corrente sangüínea vai seguir. Caso seja necessário o duplex scan é o exame de escolha para avaliar corretamente o estado de comprometimento do sistema venoso. Outros exames que podem ser utilizados são a pletismografia ou a flebografia para avaliar corretamente o estado venoso do paciente.